©2018 Barsanti, Vazquez Advogados. Criado por Tess Tecnologia

Buscar

Sociedade de Pediatria alerta sobre situação na assistência de refugiados venezuelanos em Roraima

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) enviou, no dia 1º, ofício ao Ministério da Saúde, Ministério das Relações Exteriores, Governo de Roraima, Prefeitura de Boa Vista, Assembleia Legislativa de Roraima, Câmara de Vereadores de Boa Vista e Tribunal de Justiça de Roraima e Ministério Público, com uma moção de alerta sobre a situação dos refugiados venezuelanos em Roraima. O documento, que também é assinado pela Academia Brasileira de Pediatria (ABP), foi feito em virtude da precária situação de assistência em saúde vivenciada por essa população, em especial no que se refere ao atendimento pediátrico. No documento, os médicos pedem ações concretas para o cumprimento integral dos direitos assegurados à população, segundo as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e Constituição Federal. A iniciativa foi acertada durante as discussões do V Fórum de Pediatria do Conselho Federal de Medicina (CFM), atividade que integrou o 39º Congresso Brasileiro de Pediatria, ocorrido em Porto Alegre (RS). Na oportunidade, foram apresentados diversos relatos de especialistas que atuam na assistência de crianças e adolescentes na região. CLIQUE AQUI E ACESSE A ÍNTEGRA DA MOÇÃO DE ALERTA Para a SBP, o cenário calamitoso instaurado no estado de Roraima exige respostas do Poder Público, com a tomada de providências, como a contratação de mais pediatras e médicos de outras especialidades, para reforçar as equipes de saúde, além da adequada manutenção dos estoques de medicamentos e demais insumos. Na visão da entidade, o engajamento das autoridades públicas, atendendo as reivindicações dessa pauta, é fundamental para que as milhares de crianças possam contar com serviços de saúde de qualidade, sejam brasileiras ou venezuelanas. Assim, esse comprometimento do Estado é imprescindível para que essa tragédia humanitária pela qual passa aquela região do País seja interrompida.


* Com informações da SBP


#Barsanti #Pediatria #Roraima #Venezuelanos