Buscar

Webinar do CFM discutirá novos desafios éticos e bioéticos pós-pandemia


O que o futuro pós-pandemia nos reserva? As abordagens éticas e bioéticas frente ao coronavírus serão feitas no próximo Webinar de Bioética do Conselho Federal de Medicina (CFM). O convidado especial é o professor Rui Nunes, catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. O evento, que ocorrerá na noite do dia 15 de junho (terça-feira), será aberto ao público e não vai exigir inscrição prévia. ACESSE AQUI


“A medicina e a ética médica foram postas duramente à prova durante a pandemia, mas demostraram inequivocamente toda a sua resiliência e reafirmaram as suas profundas convicções, milenares e intemporais. Os médicos têm o dever absoluto, no âmbito da sua responsabilidade social, de promover o debate sobre estes temas de modo a preparar a nossa sociedade para o futuro”, pontua Nunes.


Um dos debatedores do encontro será a conselheira Tatiana Giustina, 2ª secretária do CFM e editora geral da Revista Bioética. Para ela, se faz imprescindível “que os médicos e a comunidade científica reflitam a importância do peso das questões bioéticas na prática diária, especialmente evidenciada nestes difíceis momentos da pandemia. Principalmente neste momento tão difícil da pandemia”.


A moderação também ficará a cargo do conselheiro José Hiran Gallo, tesoureiro do CFM, editor científico da Revista Bioética e coordenador do Programa de Doutorado em Bioética, mantido em parceria pelo Conselho Federal de Medicina e a Universidade do Porto. Segundo ele, uma das maiores pandemias da história vem trazendo consigo mudanças devastadoras nas questões humanas e éticas. “Temos que dar dignidade e assistência aos nossos pacientes. Autonomia e privacidade devem ser respeitadas”, ressaltou.


WEBINAR DE BIOÉTICA DO CFM


Tema: A bioética e o mundo pós-pandemia


Dia: 15 de junho (terça-feira)


Horário: 18h (Brasília-DF)


Canal do CFM no YouTube: www.youtube.com/user/cfmedicina


#CFM #Barsanti #Pandemia #Pediatra #Bioeticos #Coronavirus #Medico #Direito #Medicina