Buscar

Maio Amarelo – depressão entre crianças e adolescentes: pare, observe, acolha


A SPSP, atenta à questão do aumento de casos de depressão entre crianças e adolescentes e ciente da importância e gravidade do assunto e os riscos físicos e psicológicos envolvidos, criou a campanha Maio Amarelo – Depressão entre crianças e adolescentes: pare, observe, acolha. O objetivo principal é manter uma discussão perene sobre a depressão na faixa etária pediátrica, suas causas, consequências, prevenção e formas de tratamento.


A campanha pretende atuar em vários níveis e instâncias que lidam com a criança e com o adolescente para que possa oferecer os meios necessários para a detecção, acolhimento, prevenção e tratamento da depressão e das situações de risco que esta determina. “O isolamento social e todas as restrições que a pandemia impôs – somadas às preocupações e incertezas dos pais – afetaram nossas crianças e adolescentes, aumentando a incidência de transtornos psicológicos e emocionais e casos de depressão. Ao retomarmos as atividades normais, todos os profissionais que lidam com a faixa etária pediátrica devem estar atentos à mudanças de comportamento e a possibilidade de diagnóstico de alterações de humor. Além disso, infelizmente, é preciso observar a possibilidade de que crianças e adolescentes tenham sofrido algum tipo de violência, outra questão que o isolamento acabou trazendo à tona.


O papel do pediatra é fundamental na percepção de sinais que sirvam de alerta e que possam se antepor a situações mais críticas, por meio de um diagnóstico precoce, a fim de que se estabeleça, o mais rápido possível, a atenção necessária”, alerta Claudio Barsanti, coordenador das campanhas da SPSP.


#cfm #barsanti #pediatra #maioamarelo #pediatria #depressao #medico #medicina #medica #direito #adolescente #criança