Buscar

Cremesp repudia atentado a médico no Hospital Salvalus e cobra providências


O Cremesp enviou ofício aos diretores técnicos do Hospital Salvalus, da capital paulista, e ao plano de saúde Notre Dame Intermédica, responsável pela unidade, em função de ataque a um médico, ocorrido no pronto-socorro, no dia 16 de março de 2019.


No documento, o Conselho exige uma rigorosa apuração dos fatos, destacando que os atos de violência contra médicos e demais profissionais de saúde têm sido cada vez mais frequentes e graves. Também cobra providências no sentido de sanar a falta de estrutura e de recursos humanos necessários ao adequado atendimento aos pacientes. 


Ressalta ainda a necessidade de seguir os protocolos de segurança para que atos dessa natureza não voltem a ocorrer, de modo a garantir a tranquilidade e integridade física dos profissionais durante o seu trabalho.


Em resposta, a Notre Dame Intermédica esclareceu os detalhes do ocorrido e se comprometeu a prestar auxílio à vítima. A íntegra da mensagem não será divulgada para preservar a confidencialidade da identidade do médico vitimado.


Na condição de instituição fiscalizadora da boa Medicina e motivado pela preocupação com a qualidade do atendimento médico prestado no País, o Conselho continuará vigilante sobre este e demais casos que venham a ocorrer em qualquer unidade de saúde sob sua jurisdição.


O Cremesp aproveita para registrar seu desejo pela pronta recuperação do médico envolvido no caso.


#Cremesp #Barsanti #Medicina #Violência

©2018 Barsanti, Vazquez Advogados. Criado por Tess Tecnologia