Buscar

Clínica médica: sequelas pós-covid-19 e atuação do especialista são debatidos em fórum CFM


O tratamento das sequelas pós-covid-19 e outros efeitos de longo prazo foram os temas em debate na manhã no I Fórum Virtual de Cínica Médica do CFM, realizado pelo Câmara Técnica que discute a especialidade no Conselho. O evento foi aberto pelo presidente do CFM, José Hiran Gallo; pelo coordenador do grupo, Carlos Magno Pretti Dalapicola; e pelo presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), César Eduardo Fernandes. O encontro foi transmitido pelo canal do CFM no YouTube.


Durante a abertura do evento, o diretor do CFM ressaltou a importância da discussão para a prática médica: “os grandes beneficiados por iniciativas assim são os nossos colegas de profissão, que aperfeiçoam seu trabalho por meio da reflexão e da troca de experiências. Também ganham os pacientes, que vão sentir na rotina dos hospitais e consultórios os efeitos desses debates nos atendimentos”, pontuou o presidente Hiran Gallo.


O empenho em levar informação sobre o tema aos clínicos e médicos de outras especialidades foi apontada pelo coordenador da Câmara Técnica: “dedicamos uma manhã toda no fórum para a discussão desse tema com especialistas porque a covid-19 começou há dois anos no Brasil e ao longo desse período nós tivemos praticamente trinta milhões de brasileiros contaminados e quase 670 mil mortes, só no País. Em decorrência dessa quantidade de pacientes infectados, nós estamos observando, nesse momento, várias sequelas. Escolhemos cinco especialistas de áreas diferenciadas para falarem aos clínicos sobre o que tem se visto em termos de sequelas da covid, para que eles tomem conhecimento e chamem a atenção daqueles pacientes pós-covid que comecem a apresentar algum tipo de comportamento um pouco diferenciado que possa estar correlacionado com a covid-19”.


Guardião da saúde – Dando sequência, o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), César Eduardo Fernandes, também enfatizou a importância da discussão sobre o tema pela autarquia. “O CFM faz muito bem em trazer questões pontuais de interesse da população brasileira. Esse Fórum de Clínica Médica voltado para o tema específico da covid-19 é um bom e oportuno exemplo. É papel do CFM, como guardião da saúde da população, do exercício da medicina, pontuar e oferecer espaço à discussão dessas questões”.


A mesa redonda contou com as participações do pneumologista Waldo de Matos, do Pavilhão Pereira Filho-ISCMPA e do Grupo Hospitalar Conceição; Vinicius Delfino, professor de Nefrologia da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e na PUC-PR; Cezar Roberto Van Der Sand, professor de Cardiologia da Universidade do Vale do Taquari – Univates. Ainda durante a discussão, também foi abordado o impacto de sequelas da covid-19 na prática de atividades esportivas. O tema foi apresentado pelo diretor do Serviço de Medicina Esportiva do Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo, Samir Salim Daher.


A mesa foi encerrada com a palestra da neurologista Claudia Cristina Ferreira Vasconcelos, professora associada da Disciplina de Neurologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ). A docente falou sobre as manifestações neurológicas associadas à covid, entre elas a alteração no olfato e paladar, além da paresia facial, oftalmoparesia, a Síndrome de Guillain-Barré entre outras sequelas observadas após a infecção pelo SARS-Cov-2.


Atuação do clínico – A segunda parte do I Fórum Virtual de Clínica Médica teve como foco apresentações que analisaram atuação do especialista em Clínica Médica. A mesa redonda contou com quatro palestras que trataram sobre as importantes áreas em que atuam o clínico. A primeira delas tratou sobre cuidados paliativos, em apresentação do coordenador da Câmara Técnica de Cuidados Paliativos do Cremerj, Cesar Figueiredo Veiga. Em seguida, a supervisora clínica do Hospital Premier Angelica Yamaguchi falou sobre assistência domiciliar.


Após as palestras, a mesa redonda contou ainda com apresentações sobre promoção da saúde, por Antonio Cláudio Goulart Duarte, membro da Câmara Técnica de Clínica Médica do Cremerj e professor da UFRJ. Finalizando as conferências, o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Hospitalar (SOBRAMH), Rogério Luís Palmeira da Silva, traçou um panorama da Medicina Hospitalar no Brasil.


Ao final do evento, os palestrantes responderam a perguntas enviadas pelos participantes do fórum e pelo público.


Assista a íntegra do Fórum Virtual de Clínica Médica.


#cfm #barsanti #pediatra #poscovid #pediatria #sequelas #medicina #medico #direito #medica #direitomedico #direitoemedicina