Buscar

CFM incentiva imunização contra covid-19


O ano de 2021 chegou e, junto com ele, a esperada vacina contra um vírus que já contaminou milhões de brasileiros e tirou a vida de milhares. Com o uso autorizado de determinados imunizantes pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Conselho Federal de Medicina (CFM), apoiado pelos Conselhos Regionais (CRMs), lança campanha nacional reforçando que a vacina pode ajudar a prevenir novos casos, além de impedir a forma grave da doença e óbitos decorrentes da contaminação.


O objetivo também é dar apoio ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. “No atual cenário nacional e mundial, as vacinas são reconhecidas como soluções em potencial para o controle da pandemia, aliadas à manutenção das medidas de prevenção já estabelecidas”, explica Hideraldo Cabeça, 1º secretário e diretor de Comunicação do CFM.


A campanha prevê a divulgação, em redes sociais, TVs aberta e fechada, além de emissoras de rádio, de mensagens de esperança e encorajamento. “A vitória contra o vírus está próxima” e “Vacine-se, pois assim estará protegendo você e sua família” aparecem em cards, vídeos e spots que já circulam.


“Essa planificação requer a articulação das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde com diversas instituições e parceiros, assim como a formação de alianças estratégicas com organizações governamentais e não governamentais, conselhos comunitários e outros colaboradores. […] A vacinação contra a covid-19 pode exigir diferentes estratégias, devido à possibilidade da oferta de diferentes vacinas, para diferentes faixas etárias/grupos e também da realidade de cada município”, pontua o Plano Nacional.


Médicos – Reforçando a necessidade de vacinação da comunidade médica, o CFM encaminhou ofício ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pedindo que sejam garantidas vacinas contra covid-19 para todos os 500 mil médicos brasileiros. A autarquia ressalta que, independentemente do local de atuação (hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e tantos outros), os médicos atendem a milhões de brasileiros adoecidos pelo novo coronavírus ou portadores assintomáticos da doença, sendo imprescindível que sejam amparados pelo plano de priorização.


Diante da realidade da saúde enfrentada no Brasil e no mundo, o CFM alerta ainda sobre a importância de monitoramento da vacinação. Esse controle é primordial para conhecer melhor a segurança e eficácia dos imunizantes, considerando inclusive o surgimento de variantes.


#CFM #Barsanti #Imunizaçao #Pediatra #Medico #Medica #Medico #Pediatra #Medicina #Direito #VacinaBrasil #Covid19